Pequeno-almoço em Sun City

O resort de Sun City é uma espécie de Las Vegas da África do Sul, sem príncipes europeus nem actores de Hollywood a brincar à pornografia.

Há uns anos atrás, eu e um grupo de jornalistas portugueses fizemos lá uma visita breve, durante uma viagem patrocinada pelo Ministério do Turismo.

Na primeira noite, fomos ao casino e enquanto alguns camaradas estoiravam o dinheiro nas máquinas, eu estacionava no bar a comer tapas de búfalo curado e a beber whisky escocês de 12 anos.

O melhor, no entanto, ainda estava para vir. Na manhã seguinte, o guia do turismo sul-africano quis levar-nos a conhecer o The Palace of The Lost City, um hotel de luxo arábico, com estatuetas, piscinas e repuxos por todo o lado.

Passei sem grande memória pelas suites, mas uma coisa não esquecerei: o pequeno-almoço no salão The Crystal Court, com janelões abertos sobre o jardim, revelou-se uma das melhores experiências gastronómicas da minha vida.

Foi ali, e não em França, que comi os croissants mais apetitosos de sempre, pequenos mimos estaladiços e lascados, que podíamos barrar com dezenas de doces e compotas ou nozes geladas de manteiga. Havia também uma considerável gama de pães, ovos feitos no momento, salsichas de diversos recheios e cozinhas, queijos de todas as províncias francesas e um sumo natural para cada fruta exótica plantada no planeta Terra.

Nada disto seria de valor, naturalmente, se o bacon não prestasse. Mas acontece que também o bacon era imbatível, as fatias finas, crocantes, secas.

Voltarei um dia a Sun City.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s