Pringles vs Batata do Pai

De manhã, no café, os miúdos pediram-me o euro que lhes devia pelas massagens da véspera na praia e, quando virei costas, estavam a introduzir as moedas numa máquina do demo, de onde saíam caixinhas de Pringles. As Pringles são as piores batatas fritas já alguma vez inventadas. “Tenho dúvidas, aliás, que sejam batatas”, disse-lhes, ao que a Maria encolheu os ombros e engoliu mais duas.

Ao almoço, decidi dar-lhes uma lição. Usei as batatas novas da D. Lucinda, cortei-as em palitos, imergi-as em água fria e reservei-as no frigorífico durante 10 minutos. Depois, retirei-as, sequei-as com papel e polvilhei-as de sal grosso, antes de as fritar em óleo de girassol. No final, só pimenta branca.

Ficaram muito competentes: crocantes, douradas, sequinhas. Mas não o suficiente. Resultado final: Pringle 2, Batatas do Pai 0.

One thought on “Pringles vs Batata do Pai

  1. Pingback: Daqui se depreende da quantidade de outras coisas que não são tecnicamente essas coisas. | O Homem que Comia Tudo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s